O Resultado da Black Friday

Muitos varejistas apostaram na sexta-feira de descontos para aumentar o faturamento, que vinha seguindo em baixa durante todo o ano.

No comércio online, a ação gerou pela primeira vez uma receita na casa dos bilhões. Com um aumento de 51% em relação ao ano anterior, a Black Friday no e-commerce brasileiro faturou R$ 1,16 bilhão, contando com 2,2 milhões de pedidos online. O ticket médio foi de R$ 522,00 – crescimento de 32% em relação a 2013.

Apesar dos números crescerem em relação ao ano passado, os resultados foram abaixo do esperado pela E-bit (empresa de informações sobre comércio eletrônico). Segundo Pedro Guasti, diretor da E-bit, “a elevação do tíquete médio foi reflexo do aumento da confiança na data pelo consumidor e a possibilidade de efetuar bons negócios e economizar, muitas vezes para antecipar as compras de Natal”.

Foram 1,2 milhão de consumidores únicos, sendo que 18% realizaram a primeira compra pela internet no dia.

blackfriday

Um levantamento da ClearSale revelou os produtos mais procurados pelos consumidores. Os artigos de moda ficaram em quinto lugar:

1º Eletrônicos, 42% das vendas;

2º Artigos de esporte e lazer, com 15%;

3º Itens de informática, 11%;

4º Viagens, 10,6%;

5º Moda, 7,3%.

blackfriday1

O site Reclame Aqui registrou mais de 12 000 queixas até o término da Black Friday, as mais comuns foram: problemas técnicos para acessar sites ou finalizar compras, maquiagem de preços, sumiço de produtos do carrinho virtual, problemas no pagamento e preços elevados de frete para ‘compensar’ os descontos.

Portanto, para que as vendas cresçam ainda mais no próximo ano e os clientes fiquem realmente satisfeitos, um investimento para melhorias no seu site poderá alavancar muitas vendas.

Imagens: Reprodução, com informações da Revista Exame, Veja e Portal Terra.

2017-02-08T21:27:12+00:00dezembro, 2014|