Capa mística orientais

Veja como o tema Mística se inspirou em rituais sagrados de diversas culturas, inclusive as orientais

A necessidade de conexão com planos superiores intangíveis tomou forma, neste inverno, através do resgate de rituais semiesquecidos de culturas ancestrais, da identificação de entidades místicas na natureza e, principalmente, através do Sagrado Feminino.

O tema Mística se inspirou em ritos celebrados à luz da lua se envolvendo em uma aura de mistério e encanto. A luminosidade das estrelas refletidas em lagos e poços sagrados inspirou o brilho de acetinados como o Cetim Magestic.

Objetos ritualísticos dourados e acobreados inspiram materiais com acabamentos metálicos e superfícies texturizadas. As Malhas Lancelot, Preppy e Mirror trazem, através de seus acabamentos, todo o luxo de ritos ostensivos e exóticos juntamente com os Paetês Avalon e Druida. Dourado e cobre compõem uma paleta quente através das cores Ouro Derretido e Dourado Noturno.

mística cores

O místico abraçou contornos transcendentais de cura e força e através de rituais que se tornam mais potentes por meio da indumentária. A cor roxa – relacionada, em diversas culturas, ao místico e sagrado – estimula o contato com o espiritual em ornamentos e vestes simbólicas, trazendo purificação e conexão com outras dimensões. Na nossa coleção, trouxemos essa força sensorial através de variações deste tom.

As nossas referências culturais de espiritualidade passaram pelos caminhos indianos e sua ancestralidade através de adereços simbólicos que fazem parte do universo religioso hindu. Estampas com padronagens ornamentais, florais e paisleys revelam os mistérios de marajás, dândis modernos,  envoltos em seus turbantes e túnicas acetinadas,

mística oriental

Um exemplo da exuberância mística do país está em uma das maiores festas indianas, o Diwalifestival das luzes –, celebração que acontece uma vez ao ano sempre na noite mais escura do outono, durante a Lua nova. Esse festival, além das muitas luzes, celebra a vitória do bem sobre o mal, da força divina e da prosperidade. Sua simbologia aparece em ornamentos. em sua maioria dourados e vermelhos, cores sagradas nas culturas orientais.

festival-das-luzes