Voo#3 – EP2: Por ideais mais orgânicos

Slow is the new Black

Após a imersão em hortas urbanas, e dando sequência a uma nova etapa de pesquisa, saímos em busca de artistas e empreendedores que abraçaram ideais orgânicos para propor novas possibilidades e reflexões sobre o consumo.

A crescente busca por uma vida mais slow já transparece nos hábitos da cidade de um modo geral. A preferência por alimentos orgânicos e artesanais, por exemplo, cresce 20% por ano segundo dados do SEBRAE. E o que poderia ser encarado como um fenômeno é, na verdade, um novo lifestyle.

Vamos saborear o tempo?

Isso explica o sucesso da Padaria Artesanal Santiago. Lá, se trabalha apenas com fermentação natural e farinha orgânica. Você se depara com uma variedade de produtos que conquistam pelo paladar e pelo visual extremamente encantador – como o pão de batata roxa, que além de delicioso, tem a cor do ano! Pensem em como a equipe de moda ficou apaixonada.

Mesmo com o sucesso crescente, Lucas Alves, um dos sócios, pontua que ainda é necessário “educar” os novos consumidores.

“Quem não conhece muito bem a proposta fica incomodado com a demora. Mas nossa padaria não é como uma convencional. Seguimos um conceito de slow food, valorizamos o feito na hora, por isso temos que explicar que a espera faz parte – e esperar pode ser ótimo!”.

Em um ambiente aconchegante e acolhedor, esperar nos faz refletir sobre a nossa atual e ansiosa relação com o tempo. E quando o pedido chega, a certeza de que cada minuto valeu a pena acontece.

Cultive seus jardins

Outro coletivo de artistas engajados na revalorização da cultura orgânica e das práticas artesanais se encontra atualmente na badalada feira Jardim Secreto, que já conta com mais de 200 expositores. Vale destacar que a feira tem até uma parte dedicada apenas para orgânicos!

Em passagem atenta pela feira, conhecemos Franncine Miranda, ilustradora do Estudio Luares, e Gabriela De Laurentis, dona da DeLaurentis, marca especializada em aventais para quem tem ofícios manuais. E foi por meio desse encontro que vislumbramos a possibilidade de juntar diversos saberes para fazer a conexão criativa entre as hortas e a moda. (Esse delicioso processo cocriativo você vê em detalhes no terceiro episódio do Voo 3.)

Valorizar as técnicas manuais, o consumo local e pequenos produtores significa prezar pelo desenvolvimento social e pelas conexões com propósitos que hoje são parte essencial para um futuro mais justo, saudável e transformador.

Ficou com vontade de conhecer? Inclua no seu roteiro.

@paessantiago

Rua Tavares Bastos, 750
Vila Pompéia, São Paulo

@jsecreto

Casa Jardim Secreto
Rua Conselheiro Carrão, 374
Bixiga, São Paulo

Quer acessar o material completo do Voo 3?

Nele você vai encontrar nossa pesquisa completa,
com cartela de cores e catálogo de estampas.

Baixe o Trend Book do Primavista
2018-07-03T17:51:21+00:00julho, 2018|