Um mergulho no tema Celeiro: a retomada do rústico e do rural

Rústico, artesanal e antenado

Agora que você já conhece o tema Celeiro, do inverno 19 da TexPrima, e sabe que uma das maiores apostas para a estação é a retomada das referências rústicas mescladas com toques urbanos, sem abrir mão da tecnologia, por exemplo – exatamente como o terceiro voo do PrimaVista, que explora hortas urbanas, mostra – chegou a hora de entender melhor os conceitos que permeiam o tema e fazem surgir diferentes texturas e visual único!

FUSÃO NATURAL

Um minimalismo bucólico, dominado por texturas naturais e valorização do rústico sobrepõe-se a aceleração constante das cidades. A relação com a natureza se torna mais afinada, reforçando comportamentos que antes passavam despercebidos, como a grande procura por alimentos orgânicos, tecidos sustentáveis e preferência por pequenos produtores.

Essa nova forma de consumir reflete diretamente nos artigos desenvolvidos para o inverno 19, como o Fur Sheep Tricot, que é dupla-face, ou seja, em um lado é pelo de carneiro (fake) e do outro malha tricot, é indicado tanto para coletes quanto para casacos. As malhas chegam para a estação com diversas espessuras como opção para proteger do frio: a Malha Bouclé, mescla de vários fios, incluindo lurex, Malha Tricot Coats e também a Malha Coccon e suas texturas com aspecto desgastado.

Mas, se a proposta for investir em modelagens estruturadas, o Smith Compact garante o efeito invernal nos casacos. Como contraponto, tecidos mais leves como o Crepe Bankok e o Taj Mahal, chegam possibilitando a criação de vestidos e camisarias, embora tenham o caimento completamente diferente um do outro!

FUTURE FARMER

Uma tendência que tem sido identificada em diversos países é a do êxodo urbano. A busca por uma vida mais calma, mas não menos tecnológica, faz com que esses “novos fazendeiros” estejam sempre munidos de ferramentas modernas que já eram parte de sua vida enquanto habitavam a cidade grande.

Como resultado estético, materiais tecnológicos como o NP Plastic e o Memory Trend 2, dividem espaço com a rusticidade do Fur Sheep Tricot. O resultado dessa união é a tradução perfeita da estética que compõe o tema. Malhas com detalhes geométricos como a City Tech e a Léger, bem como a já conhecida Malha Prene (um de nossos best-sellers!) se unem para serem usadas tanto em blusas quanto em vestidos e saias ajustados.

Mas a delicadeza não fica de fora, não! Toda a leveza da Organza Ártemis chega propondo uma pitada de feminilidade na criação de saias e vestidos.

Aventais e peças utilitárias, feitos em tecidos tecnológicos e com bolsos grandes, ideais para armazenar ferramentas, sobrepostos a suéteres em malha rústica dão o mood deste cenário. Visualizar isso não é um desafio: em nossas pesquisas em hortas urbanas para a terceira edição do PrimaVista, um editorial justamente com essa proposta foi fotografado e chega comprovando a funcionalidade e beleza do tema.

Acompanhe nossas histórias!

@texprima

@texprimaestamparia

2018-06-11T13:31:02+00:00junho, 2018|