TexPrima marca presença em mais uma edição da SPFW

Em sua 45ª edição, o SPFW  – uma das mais importantes semanas de moda do Brasil! – chega ao fim depois de propor o tema POW! Explosão Criativa, que celebrou o poder transformador da energia criativa. Com várias marcas parceiras de longa data desfilando suas apostas para as próximas estações, a TexPrima não poderia deixar de marcar presença com seus tecidos versáteis e sempre atuais.

#SPFW DIA 01

PatBo

Comandada por Patricia Bonaldi, a label trouxe novamente toda sua delicadeza para as passarelas. A feminilidade presente no DNA da marca deu forma a uma coleção fruto de uma volta ao mundo – por isso o tema “Gypsetter”, que retrata uma cigana fashion.

Com tantas referências culturais em seu moodboard, é claro que suas criações foram se transformando ao longo do show: de uma alfaiataria delicada com bordados e rendas, surgiram vestidos de festa com muito brilho. Um mix que prova a flexibilidade criativa da designer na hora de vestir suas clientes a qualquer hora do dia.

APOSTA TEXPRIMA

Em tons neutros e visual discreto, o Dublin Mescla mostrou que pode compor produções ultrafemininas, especialmente quando em modelagens ajustadas e com combinações de rendas, como a Renda Vintage Floral, que enche os olhos com sua superfície trabalhada e poderosa, e a Renda Milá, mais discreta e romântica, mas não menos sofisticada.

#SPFW DIA 02

Modem

A grande estreia da edição ficou por conta da MODEM, uma grande aposta fashion nacional. Sam Santos e André Boffano, designers da marca, já possuem intimidade com nossos tecidos; inclusive, são protagonistas de um episódio da série Inventando Moda.

Sendo assim, não poderia ser diferente: o mood clean, chic e versátil da coleção ganhou ainda mais leveza com ajuda de artigos TexPrima, que foram escolhidos de acordo com o caimento, textura e uma cartela de cor democrática, que vai além de tendências.

APOSTA TEXPRIMA

Com todo o preciosismo da marca, detalhes fazem a diferença. Por isso o caimento do tecido Firenze para uma calça elegante e atemporal é perfeito. Assim como o tom de verde exato usado no vestido invernal, feito com o Crepe Bangkok.

#SPFW DIA 03

Apartamento 03

Em um ritmo nostálgico, embalado pelas memórias de Luiz Cláudio, nome a frente da Apartamento 03, as peças sempre elegantes da marca surgem propondo um inverno precioso e afetivo, com uma cartela de cores sóbrias e uma riqueza de detalhes garantida pela escolha de tecidos com texturas únicas.

APOSTA TEXPRIMA

Dias frios de inverno pedem tecidos encorpados, com caimento estruturado e toque seco. Esse conjunto de características do Tweed Naif faz seu aspecto rústico um ótimo aliado para detalhes delicados. E já que a sofisticação está na assinatura da marca – e é essencial para acompanhar a estação mais fria do ano -, nada como um bom jacquard. No caso, Luiz Claudio ousou e fez um mix de três: os jacquards Marrocos, Georgia e Royal ganharam um visual único quando unidos.

#SPFW DIA 04

Gloria Coelho

Quando pensamos em uma coleção clássica sem ser óbvia, o nome de Gloria Coelho vem em nossa mente de imediato. Suas características marcantes não fazem com que suas criações sejam previsíveis e muito menos caiam na mesmice: a cada temporada um novo detalhe conquista.

Desta vez, modelagens genderless comprovaram que o caminho que a moda seguiu é mais do que uma tendência. Shapes retos, atemporais, democráticos e que já são assinatura da marca, ganham força com recortes e bolsos charmosos.

APOSTA TEXPRIMA

A Malha Double Fit, best seller da TexPrima e artigo queridinho de Gloria, esteve presente em mais uma coleção criando peças ajustadas e de corte elegante.  Fazendo um contraponto interessante na proposta da estilista, peças amplas – mas ainda valorizando as formas femininas – e de superfície levemente brilhosa, ganharam forma com o tecido Memory.

Juliana Jabour

Fechando as parcerias desta edição, a pegada streetwear de Juliana Jabour trouxe um encanto doce para este inverno. A cartela de cores predominantemente clara passou do branco aos tons vibrantes, confirmando inclusive a nossa aposta no verde kiwi – alegre, jovem e descolado, exatamente como manda o mood esportivo da coleção.

APOSTA TEXPRIMA

O efeito plástico foi hit nas passarelas internacionais (como falamos aqui) e chegou com tudo para o esporte-fino da designer. Ela, que usou o NP Plastic da TexPrima, apostou tanto no look completo, quanto nos detalhes. Uma coisa é certa: o artigo vem com tudo e é mais versátil do que imaginamos!

Há algumas temporadas Juliana investe em shapes amplos e desconstruidos. Para os próximos meses, a estilista aposta no caimento do CDC Duomo, que garante esse efeito na medida exata. Sua fluidez faz toda diferença no visual! Além disso, a designer ainda prova que é possível incluir brilho no dia a dia do sportwear através do Silky Lurex.

2018-05-04T17:34:01+00:00 abril, 2018|